Casinhas de Biscoitos

No mundo dos biscoitos existem jeitos e jeitos de se fazer as coisas... Dificilmente duas pessoas vão fazer o mesmo trabalho artesanal de maneira idêntica... Podem até ficar muito parecidos mas idênticos nunca... Hoje vou contar para você como foi o processo de criação dessas  duas casinhas...  Essa...
 e essa...
Recebi o convite para participar do "stopmotion" de Dia das Mães da União através de indicação da minha aluna Valéria Oliver (que fez o bolo). Foi através dela que a produtora culinária Celisa me contatou para os biscoitos... Tudo super corrido e antes da contratação da produtora teríamos que passar por uma seleção... Enfim... resumindo, a produtora Celisa foi a escolhida e aí começou a rolar a produção para nós. Mesmo assim, o pessoal da produção do "stopmotion" queria receber amostras  das casinhas antes de fazer o clip... Isso era na sexta-feira e a entrega de tudo teria que ser na outra quinta... Ai ai... Tive que negar... Não sei porque as pessoas tem essa visão de que biscoitos decorados são super fáceis de se fazer e num estalar de dedos ficam prontos... Dos corações até forneci amostras mas das casinhas não... especialmente porque me deram como referência do que queriam essa pic de duas casinhas pinçadas do Pinterest e como observação pediram "com menos neve, mais clean"...  ai! Ou seja, tive que pesquisar essas casinhas, criar os moldes, fazer o corte à mão etc...
E eu sem entender nada direito... foi tudo muito corrido e em cima da hora e não houve tempo para reuniões... só whats prá cá e whats prá lá... jeito moderno de fazer as coisas... e eu tentando entender porque queriam casinhas de gingerbread com neve para Dia das Mães... rsrs... Foi isso que me pediram, foi isso que fiz...
Iniciei pesquisa no Pinterest para ver se achava os moldes dessas casinhas... Achei  a com  chaminé...  Com as ideias em mão, fui ao mercado comprar os ingredientes no final de semana... Gingerbread a gente faz no Natal, né??  E comecei a trabalhar nos moldes já no sábado...
Domingo fiz as massas. Deixei descansando e segunda-feira logo cedo comecei a produção cortar/assar... Já disse a você em algum momento aqui no blog que para casinhas deixo as massas assarem o dobro do tempo ou até as laterais ficarem bem douradas...Veja...
Depois de frias comecei a decoração... as massas precisam descansar também depois de assadas... pelo menos a que faço...  então aproveitei para fazer a maior parte da decoração das paredes enquanto elas descansavam... Fiz a decoração parecida, nas duas, para não ficar com aquela cara de "nada combina com nada"...
e fiz também os telhados... Os telhados de ambas as casinhas fiz idênticos, de novo para não ficar muita mistura de acabamentos... mas tudo foi meticulosamente calculado para bater "telha com telha"...
e o resultado ficou ótimo...
Já a casinha sem chaminé tive que me virar e criar eu mesma o molde, na tentativa e erro para ela ficar mais baixa que a com chaminé, correspondendo a pic que me mandaram... corta de cá, corta de lá e cheguei ao resultado que queria no papel...  Trabalhei em cima de um molde de "cottage" da Martha Stewart, tendo em mente a regrinha  -- base e telhados sempre do mesmo tamanho, laterais devem ser 1.2 cm menores que a base para que o encaixe entre a frente e o fundo fique perfeito, isso porque a espessura da minha massa é 0,6 cm, e frente e fundo devem ter a mesma altura da lateral e a inclinação a mesma altura do telhado... será que deu para entender? Veja...
Praticamente todas as imperfeições que você vê acima foram escondidas com os acabamentos...
Primeiro trabalhei com as duas casinhas na mesa, para o processo de colagem das paredes e telhados... 
e depois elas foram para o pedestal para os acabamentos... Reparou que tenho uma folha de papel manteiga sob a casinha? Através dela que faço o transporte da mesa para o pedestal e do pedestal para a mesa... UFA!!
Somente depois que fotografei  essa casinha foi que percebi que a chaminé tinha ficado torta... rsrsrs... beeeeem torta por sinal!!!
Desmontei e arrumei viu? Repare na diferença ... rsrss...
Usei 4 pontos diferentes de glacê nesse projeto -- consistência saída da batedeira, bem firme, para colar as paredes, o ponto contorno para o telhado, o ponto poás para poás pequenos e o ponto para transfer para os corações e poás grandes...

 Veja...
E não é que na quarta feira antes da entrega me pediram uma árvores também... E vai foto prá cá e foto prá lá para eles escolherem o modelo... 
Optaram por essa e me pediram esse acabamento...
Como tirei muitas fotos durante a produção para eles verem que estava fazendo mesmo as casinhas, acabei ficando com muitas imagens, e foi bom porque pude mostrar para você hoje... Ah! As portinhas fiz de jeito que eles pudessem abrir para o lado que quisessem... Ela foi só encaixada e não colada...  E com os corações que cortei das laterais decorei esses aí e mandei também...
Se fossem minhas casinhas teria colado esses corações nas laterais porque amor de mãe é tudo e não tem coração suficiente para demonstrar o amor que elas tem pelos filhos e os filhos por elas...
Esse post ficou super longo né? Mas a Cookieria by Margaret tem a porta sempre aberta para você... Espero que tenha aproveitado a leitura! No post de ontem te indiquei o link para a minha receita.
Ah! Só mais uma coisa... Não repare na variação da luz nas imagens que postei hoje... Foram tiradas durante a execução, em vários dias e horários diferentes, e por isso estão com tanta diferença umas das outras...

Obrigada pela visita!!

Beijocas
















2 comentários :

Copyright © Cookieria By Margaret. POR EMPORIUM DIGITAL | OddThemes & VineThemes