Ooops! Receita de Custo...

Prepare-se e desculpe-me...  este vai ser um longo post... Não sobre o assunto do momento na blogland (o fim do Google Friends  mas sobre o custo do meu, do seu, do nosso cookie decorado:

Você sabe qual é realmente o custo do seu cookie decorado? 

Muitos me perguntam como calculo o custo do meu produto e alguns acham que meu produto "não é barato"... O que dizer? Minha planilha de custos é rigorosíssima!!! Aí incluo tudo que gasto e também uma margem de lucro! Então, hoje resolvi contar a você como calculo o meu custo... Minha intenção não é ensinar nada a ninguém mesmo porque não sou expert nesse assunto... Eu mesma montei toda a minha planilha...


Custo é um assunto meio tabu, bastante delicado, porque cada um tem o seu né? É que nem salário, todo mundo quer saber quanto o outro ganha mas não quer contar quanto é o seu... Mas vou contar para você como faço... Meu custo é calculado em cima de todo o material que uso, pelo rendimento da receita e por algumas variáveis... 

Mas primeiro quero te contar um pouco sobre os meus cookies...
Como a qualidade do produto final é muito importante para mim, só uso ingredientes frescos e os industrializados aprovados e próprios para consumo do público infantil.
Não compro em atacados porque moro em apartamento e não tenho onde amarzenar os produtos.
Não uso clara de ovo crua, sempre faço glacê novo para cada pedido, ou seja, não reaproveito glacê de um pedido para o outro e, congelo corretamente a minha massa!
Também faço os cookies bem próximo à data da entrega! Trabalho com um giro de 7 dias do momento que são assados até chegarem às mãos do cliente. Tudo é feito from scratch! Pesado e medido a mão, sem o uso de misturas prontas... E super fresco!
Faço os cookies de meus clientes como se estivesse fazendo cookies para consumo de minha família. Não economizo na qualidade... Cada receita é cuidadosamente elaborada com ingredientes de primeiríssima -- só uso marcas como Glaçúcar União, Snow Marvalério, extrato da Otker, manteiga Sereníssima, farinha de trigo Sol, coramtes Wilton ou Americolor, etc.... Também só uso saquinhos de embalagem próprios para produtos alimentícios e da Cromus, que é a melhor marca...
O frescor, a qualidade, o sabor e a beleza final do meu cookie são fundamentais para mim e norteiam toda a minha produção...
Não economizo nos ingredientes e nem na embalagem final!
Tudo de primeira!

Nesse cálculo do custo que vou mostrar a você não incluo o custo do investimento que fiz para iniciar meu negócio como cortadores,  assadeiras, corantes alimentícios, bicos de confeitar, blog + assistência, lojinha na Elo7, impressora de papel arroz, cartõezinhos, consulta ao contador e por aí vai. Também não tenho funcionários e como trabalho dentro da lei de produtos "sob encomenda", produzo os cookies em minha residência e não emito notas fiscais. Não tenho custos com  impostos ou aluguel e nem com contador. Somente com gás, energia e telefone. Espero amortizar o custo do investimento que fiz em um período de 3 anos... E o custo do meu investimento tem que ser amortizado do meu lucro!! Então ter lucro é fundamental né?

Isto dito, vamos lá então... basicamente minha planilha tem 5 variáveis, que desdobrei em vários passos para melhor compreensão. São elas:


  • Custo Fixo
  • Custo do Produto Cookie
  • Custo Operacional
  • Custo Financeiro
  • Custo da Mão de Obra
  • Lucro

Custo Fixo
Tenho despesas fixas com água, telefone, internet, gás (meu gás aqui em Sampa é de rua, talvez o seu seja de butijão) , com a lojinha do Elo7, com o registro do domínio, com a conta do Flickr, com o Google, com a assistência técnica da Emporium Digital para o blog,  entre outros... Aqui contabilizo também os trabalhos que faço de graça (sim!!!) em troca de divulgação do meu produto -- é meu marketing!! Ou seja, minha participação com cookies gratuitos em eventos que vão me trazer retorno de venda. É um marketing promocional do meu produto em troca de divulgação em outros blogs, revistas, etc...... Estipulo um valor máximo em R$ por mês e me atenho a esse valor! Ah, Incluo aí também os cartões que imprimo para o pessoal retirar nesses eventos... Todo mês compro novos materiais como cortadores ou imagens. Estipulo um valor mensal para esses gastos. Faço também uma poupança para a reposição de materiais que quebram ou para a compra de "gadgets" tipo IPad, Iphone, nova câmara, filmadora, etc que hoje em dia são uma necessidade para o negócio da gente estar inserido nesse mundo de mídias sociais.... 

Custo do Produto
1º Passo -- Custo da massa 
Calculo o custo de cada um dos ingredientes usados na receita da massa escolhida.

Faço assim: Meço quantas xícaras de açúcar há em um pacote de 1 quilo de açúcar União... Cada quilo tem 5 3/4 xícaras... Calculo então o preço de cada xícara aplicando aquela velha regrinha de três da matemática  

ou seja,

Quantidade do pacote = Valor em R$ do pacote
Quantidade da receita =  X (Custo em R$ desse ingrediente)
por exemplo,
5,75 xícaras de açúcar = R$1,00 (valor fictício)
2 xícaras de açúcar = R$ ? (custo para esse ingrediente)

2 x 1,00 : 5,75 = R$ 0,35 

e assim chego ao custo desse ingrediente, ou seja, 2 xícaras de açúcar me custam R$0,35.

Repito esse procedimento com todos os ingredientes da minha receita e depois somo os valores obtidos para cada ingrediente para chegar ao custo total de uma receita. 

2º Passo -- Cálculo do rendimento da receita
Calculo quantos cookies dá para cortar em cada receita nos tamanhos mini, médio, grande, extra-grande, etc... A prática já me permite fazer esse cálculo rapidamente mas o melhor a fazer se você não tem experiência, é abrir uma massa e só ficar cortando minis, depois só pequenos, até ter uma média de quantos cookies você tira por massa . Anote e deixe reservado para referência futura.

3º Passo  -- Custo de uma receita de cobertura Glacê Real
Repito o mesmo processo do 1º passo para chegar ao custo total da receita e com base no tamanho dos cookies a serem decorados calculo o rendimento da receita. Se para uma receita de massa uso uma receita de glacê, no meu cálculo entra o valor de uma, se duas, duas e assim por diante... 

4º Passo -- Custos adicionais que incidem em cada receita/pedido
Papel Manteiga: Em média uso pedaços de 40-50 cm cada. Gosto de usar da marca Wyda Pratic, onde 1 rolo tem 7,5 m. Verifico quantos pedaços uso para abrir a massa, nas fornadas ou  para levar os cookies de volta à geladeira. Ou, se vou congelar a massa, quantos uso para embrulhar cada receita ou quantos uso para separar os cookies já cortados e repito o mesmo processo do 1º passo: somo a metragem usada em cada pedido e faço a regra de 3. 

Saquinho para congelar: Do mesmo modo, calculo o custo de cada saquinho especial para congelamento que utilizo, um ou dois por receita e mais se for congelar os cookies já cortados. Isso ocorre para pedidos grandes, quando preparo tudo antecipadamente.... 

Decoração:  Corantes e/ou acabamentos especiais por exemplo. Pós dourados ou prateados, açúcar cristal,   imagens em papel arroz, palitos que uso para cookies "pirulitos", acetatos para moldes, canetas com tinta comestível, confeitos, etc...  Cada coisinha tem seu custo... Até aquele palitinho de dente que ajuda a espalhar o glacê tem seu custo... Calculo quantos sacos de confeitar descartáveis ou cones de papel manteiga vou precisar usar na decoração do pedido de acordo com as cores a serem usadas... Você sabe, para se chegar às cores vermelha e preta a quantidade de corante usada é enorme né? E cada coisa tem seu custo, pequeno mas tem... e que quando somado é que nem bolo... cresce!!

5º Passo -- Custo da Embalagem
Aqui entra a etiquetinha da Cookieria, o cartãozinho com meu nome, o saquinho de celofane individual próprio para produto alimentício, a fitinha de cetim, a etiquetinha de festa que o cliente pediu ou que eu forneço, o acetato que uso de de reforço na embalagem de cookies delicados, a etiqueta branca adesiva com os ingredientes/validade do produto, a tinta da impressora, o durex, o plástico bolha, o papel de seda,  a caixa onde os cookies serão entregues, a fita para vedar a caixa que se manda pelo correio ou a caixa de entrega dos cookies, a etiqueta com a logomarca e por aí vai...  Não incluo aqui a caixa do correio ou envelopes bolha que uso pois esse valor incluo no valor do frete a ser informado ao cliente. Também não incluo embalagens especiais, que são cobradas à parte. Procuro computar tudo no meu custo porque se não o fizer, esse custo "esquecido" vai sair de algum lugar e vai ser da minha margem de lucro...

6º Passo -- Custo do Cookie
Com base nos passos 1º a 3º  chego ao custo do cookie cortado. Agora, há que se somar as variáveis do 3º ao 5º passos para chegar ao custo do cookie decorado e embalado... Chego então ao custo do produto mas atenção, ainda há outros custos a serem considerados... Vamos ao 7º Passo...

Custo Operacional o
7º Passo -- Custos Ocultos
São os imprevistos... Aquela ida à 25 de Março, em busca de uma embalagem especial, onde a gente paga estacionamento ou vai de metrô e acaba almoçando fora de casa... ou a gasolina e os quilometros rodados para comprar  ingredientes... ou o cortador especial que comprei só para um pedido... ou o motoboy que tive que pagar para retirar aquela embalagem que precisava e estava em falta na loja...  ou ainda, o que é muito comum aqui em Sampa, pagar estacionamento para colocar os cookies no correio...
Ah! Quer bons exemplos de custo oculto? As tais amostras "grátis"... Quem paga por elas? Eu claro! No começo acontecia muito comigo, pediam amostras "grátis", eu fornecia as amostras, não recebia por elas, não recebia o pedido e ficava a ver navios sem nem sequer receber um muito obrigada...  Adotei então a sistemática de fazer amostras "pagas" e o cliente que quer realmente comprar meus cookies aceita pagar para experimentá-los e acha justo!!  O mesmo vale para os cookies que familiares me pedem para fazer "de graça" para "aquela festinha"... ou para aquela entrega "cortesia" que o cliente pede... Também não faço... Em todas essas ocasiões o prejuízo é duplo -- quando a gente faz algo de graça a gente deixa de ganhar porque é "de graça" e deixa de ganhar porque o nosso tempo está comprometido e não há espaço na agenda para fazer o "pago". Ninguém trabalha de graça! E quem oferece "de graça" com certeza já embutiu esse custo no preço do produto e todos os clientes estão pagando por ele! É meio que nem o "sem juros"... Sou rigorosa com todos esses custos ocultos que à primeira vista podem parecer irrisórios mas que se não forem computados sairão da minha margem de lucro... Assim, todos esses custos são considerados por mim!!  E eu os chamo de Custos Operacionais ...

Custo Financeiro
8º Passo - Custos Financeiros
Tenho Custos Financeiros porque utilizo, através da lojinha do Elo7,  o Moip, para dar maior comodidade e opções de venda e pagamento ao cliente... E utilizo também o PagSeguro... É prático para mim e para o cliente e permite que o cliente escolha sua forma de pagamento, parcelada ou não, e o meu recebimento é à vista. E essa taxa incide inclusive sobre o frete pago pelo cliente então, não posso esquecer de computar isso de jeito nenhum senão sou eu quem paga essa diferença!

Custo da Mão de Obra
9º Passo -- Custo da Mão de obra
Ah! Todo o meu trabalho até aqui tem um custo né? É a mão de obra!!  Faço tudo sozinha... São noites sem dormir, dias inteiro debruçada na decoração dos cookies, os cuidados com a embalagem, a ida ao correio, aos fornecedores... Trabalho do preparo da massa até a entrega do cookie decorado, e trabalho muito!! E mão de obra não é lucro!! É pagamento de horas trabalhadas! É o meu salário! É preciso analisar com cuidado a quantidade de horas trabalhadas em cada pedido para não errar feio... Na maioria das vezes acabo gastando mais tempo do que imaginei porque sou muito detalhista... E se você tem alguém que te ajuda (funcionário ou não), o custo trabalhista dessa pessoa precisa ser considerado também! Ninguém trabalha de graça!

Lucro
10º Passo -- Preço Mínimo de Venda 
Depois que analiso e somo todos os custos indicados nos passos de 1º a 9º, chego ao preço mínimo de venda do cookie, ou seja, o preço para vender sem ter lucro nenhum, não amargar prejuízo financeiro e receber pelo menos a mão de obra (meu trabalho). Agora, ao próximo passo...

11º Passo -- Margem de Lucro
Margem de lucro para mim é a diferença entre o preço mínimo de venda e o preço máximo de venda. O lucro é o objetivo da venda! É o lucro que vai permitir que eu tenha um resultado positivo e continue a investir no meu negócio Cookieria By Margaret! É o "X" da questão!!  É justo que com todo esse trabalho e dedicação eu tenha  lucro né? E que o meu negócio possa crescer...


E como calculo essa tal margem de lucro e o meu preço máximo de venda?

A praxe no mercado brasileiro é 100% (ou até mais) mas para mim pode ser  qualquer valor entre 10%, a 100% acima do preço mínimo de venda.  Esse valor reflete minha experiência profissional, o valor agregado do meu produto, o grau de dificuldade do trabalho desenvolvido, se já é um cliente antigo que sempre compra comigo, minha pontualidade na entrega, a qualidade em geral do meu serviço e do meu produto e por aí vai... Procuro acima de tudo ser justa no preço que cobro e sempre me coloco no lugar do cliente. Afinal, quem não gosta de fazer um bom negócio? Todos nós né?

Como consideração final, vou dizer a você que raramente tenho 100% de lucro mas, tendo ou não, entrego sempre um serviço e um produto de qualidade... E, apesar de sempre colocar um percentual  de lucro no orçamento  vou ser franca com você, muitas vezes quando chego ao final de um trabalho vejo que calculei mal algum custo e nem lucro tive... É, acontece!  Então como você vê, não posso te dizer qual deve ser a sua margem de lucro porque muitas vezes erro na minha!

Com a prática e a experiência, cheguei a minha tabelinha de preços, onde você vai poder ver que já desenvolvi uma regrinha básica para meu preço. O que aprendi é que o custo deve ser sempre elaborado com cuidado e atenção e que devo dedicar alguns momentos a ele toda vez que recebo um pedido... E o mais importante é que adoro decorar cookies e, graças a blogland,  sei que tem zilhões de pessoas por aí como eu! Inclusive você!!! E se você gostou desse post, tem alguma sugestão ou faz de outro jeito, deixe um comentário aí embaixo me contando. Vou adorar saber o que você pensa ou como faz e sempre há espaço para a gente melhorar né?

Obrigada pela visita e até amanhã! XOXO!

Editado em 08 de janeiro de 2016

Esses outros posts podem te interessar também! Todos sobre custos!



25/fev/2013 - Beatles...Forever
07/abr/2013 - Bate Papo

21/jan/2014 - Impressora 3D
01/out/2014 - Bases para Cookies 3D
12/jan/2015 - Oooooops-custos
26/mai/2015- Ex-alunas
20/08/2015 - Custos
26/10/2015 - Um Cookie e Um Brigadeiro
16/08/2016 - Portal UOL Economia

11 comentários :

  1. Oi Margareth!
    Adorei esse post! é muito claro e objetivo e de grande ajuda para quem trabalha com produtos sob encomenda.
    Um grande abraço,
    Ana Belmonte

    ResponderExcluir
  2. OI Margareth! Acabei de chegar ao seu blog! Estava pesquisando sobre papel arroz a acabei caindo na sua loja e vim aqui espiar e adorei tudo que estou vendo!
    Parabéns pelo blog!
    Li todo este post pois também tenho bastante dúvidas sobre isso! Eu faço principalmente Bolos decorados www.arquitetadobolo.com e faço cookies tbm! Parabéns, os seus são lindos!!!
    parabéns mais uma vez!
    beijos

    katarina

    ResponderExcluir
  3. ADOREI o post! Claro e objetivo! Muito, muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos!
    Sucesso sempre!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Wonderful post, Margaret my friend! Forwarding to others of our friends, to help them! Hugs, Nancy

    ResponderExcluir
  5. Li esse post na hora certa, percebi que estou fazendo mais provas, cortesia, degustação do que encomenda real...
    Obrigada
    Sou sua fã
    Bjsss

    ResponderExcluir
  6. belo post, parabéns. por acaso vc pode compartilhar a planilha que vc utiliza? ou enviar por email. alessandro.dn@outlook.com. obrigado.

    ResponderExcluir
  7. belo post. parabéns. vc poderia compartilhar a planilha ou enviar por email? alessandro.dn@outlook.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandro, Obrigada. Sabe que não tenho uma planilha... Revejo meus custos de tempos em tempos e agora, nesses tempos que tudo aumentou loucamente, é hora de rever custos... Vou ver se monto uma planilha bem fácil para compartilhar com vocês seguidores e visitantes! Abraços

      Excluir
  8. quero começar a vender cookies,pois estou desempregada a 5 anos e no momento vendo panos de prato,mas tá saindo muito pouco e preciso desse plano de emergência,nunca vendi isso,nem sei por onde começar,por favor me ajude. Marcia São Paulo Obrigada.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Márcia, tudo há de melhorar! Olha, você pode pegar muitas dicas para começar seu negócio pesquisando aqui no blog da Cookieria! Abraços

      Excluir
  9. ADOREI o post! Claro e objetivo! Muito, muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos!
    Sucesso sempre!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir

Copyright © Cookieria By Margaret. POR EMPORIUM DIGITAL | OddThemes & VineThemes