Oh Vida!

Quem sai na chuva é para se molhar, ou não? Só se quiser, né?
Imagem de jonesdesigncompany
Diariamente sou pega num dilema,  ou serão vários? 

Não sei se entro no Facebook e asssisto cada um dos videozinhos "agilizados" que estão por lá e que são a febre do momento, ou se entro nos blogs para olhar o que quem gosta de fazer cookies posta para a gente ver... Não sei se vejo rapidinho as muitas imagens no Instagram, ou se assisto a algum videozinho no Snapchat ou ainda se passo correndo no Periscope para ver se perdi alguma coisa no dia de hoje... Ah! E claro, ia me esquecendo do You Tube, porque diariamente tenho a sensação de que é questão de "vida ou morte" assistir a todas aquelas pessoas e aqueles vídeos que, generosamente, e alguns não tão generosamente assim, tentam nos ensinar alguma coisa que querem que a gente ache que é imperdível!!!! 

Aí não sei se faço tudo isso ou se faço o que realmente precisa e deve ser feito, como TRABALHAR... Sim, trabalhar!!! 

Por aqui a rotina é diária... Meu trabalho "precisa" acontecer todos os dias... seja organizando minhas aulas, meus eventos, meu blog ou fazendo minhas encomendas ... Ah! Sinto que me sobra pouco tempo porque isso ainda não é tudo que faço... Meu dia provavelmente ainda seria curto com 36 horas.... Tenho ainda que falar (perder tempo) com fornecedores que não cumprem o prometido e me causam problemas que precisam ser solucionados... Tenho que responder aos emails, cujas caixas estão sempre lotadas, seja com coisas sérias, seja com junk mail que por sinal não pedi para receber, e que informo que não quero mais receber e que continuo recebendo mesmo assim, ou com postagens de blogs e sites que sigo... 

Ah! Tenho ainda que responder aos inúmeros questionamentos da lojinha (mesmo estando tudo bem explicadinho lá  para o cliente)... E as inúmeras perguntas e mensagens que me deixam no Facebook, e que o Facebook faz questão de me avisar que ainda não respondi com  a tal "taxa de resposta"... E quem pediu para o Facebook que fique monitorando minha vida, e ainda me dizendo que demoro X, Y ou Z tempo para responder as minhas mensagens? É demais... O "Mark" se acha no direito de ser meu novo chefe... é como se tivesse esse direito adquirido sobre minha pessoa -- mesmo não cumprindo o combinado de quando me contratou.... ooops, de quando entrei no Facebook -- de mostrar todas as minhas postagens para todo mundo...... 

E as perguntas e comentários no Instagram? As pessoas deixam mensagens em posts passados, coisa e tal e tenho que sair loucamente atrás disso ou daquilo para responder a elas...  E ai de mim se não responder! Lá vem as chamadinhas (para não dizer outra coisa!) ao vivo e em cores, em forma de comentários com emoticons, para os outros ficarem achando que sou uma vilã que não responde às perguntas... e isso mesmo que não tenham razão em seus comentários...  OK OK... Tudo em nome do (e pelo bom) atendimento ao cliente nos dias de hoje... Afinal, alguém inventou a frase "o cliente sempre tem razão" mesmo quando ele não tem... sniff sniff

E pensou que esqueci dele? Do Tweeter? Vi no jornal (sim! ainda leio essa coisa jurássica chamada jornal) que o Tweeter está mal das pernas... A Coookieria está lá no Tweeter também, lógico, apesar de eu não dar conta de entender aquilo, mas vejo no jornal que os acionistas estão descontentes com o Tweeter... hummm.... E claro, logo veio  a minha mente a pergunta: Se os usuários estivessem contentes, será que os acionistas estariam descontentes? Dou de ombros... Who cares! Não sou acionista, e não quero mais essa mídia para "carregar" ou entender... 

E assim vão nos empurrando de uma mídia para outra querendo dar a entender que a gente não pode viver sem elas.... e aguenta coração!

OK! É certo que quem saiu na chuva é para se molhar! E estou na chuva! Mas tenho guarda-chuvas! Então vamos devagar com o andor!  É preciso muita calma para não enlouquecer nesse século XXI midiático en que vivemos.... Quem como eu viveu outras épocas entende o que quero dizer... E quem não viveu e vive o dias de hoje, comendo pizza  e quase dormindo no trabalho, porque "aquilo não pode esperar", também entende...

Para tudo é preciso ter limites e ter equilíbrio e a gente não pode se deixar levar... senão quem enlouquece é a gente! Certamente não é o Facebook, o Instagram, o Tweeter, o Snapchat, o Periscope, o email, a lojinha, o You Tube, o Blogger... Ah! Detalhe! Quem também enlouquece nesses lugares é o acionista!

Pensou que esqueci do telefone e  do Whatsapp??? No Whatsapp mil grupos, pessoas que esquecem de dizer quem são... Uma incógnita! É como carregar aquela lista telefônica de antigamente, diariamente, nas nossas vidas... Um fardo! E quando aquela pessoa telefona (para o fixo e para o celular, claro) para pedir cookies para semana que vem e pensa que você vai em uma prateleira tipo de supermercado e coloca aqueles 100 cookies super decoradinhos, personalizados,  na cesta para ela e manda o delivery entregar? Gente o que que é isso!!! Mas quem tem tempo para se informar nesse mundo de tantas informações e de respostas imediatas? Ninguém pode esperar... e assim a vida segue aqui no mundo dos cookies decorados... em ritmo enlouquecedor...

Se você planeja entrar nesse mundo e abraçar os cookies como profissão, saiba que vai trabalhar muito, o tempo todo. Sem folga... Entre nesse mundo e faça seus cookies, mas faça somente se gostar! Gostar não! AMAR! Se for fazer porque acha que vai "ganhar dinheiro", vai ficar frustrado(a), porque por aqui o que rola é muito trabalho, 7 dias por semana, 18 horas por dia! 

Percebo entre minhas amigas cookiers de muitos anos. um pouco de "síndrome do burn-out" e às vezes me pego também cansada, muito cansada,  disso tudo que te descrevi acima... Queria voltar a só decorar meus cookies e ter tempo para eles... O tempo que eu quisesse! Para criar, para imaginar, para decorar... Não o tempo imposto pelo tempo dos outros... Oh vida!

Mas esse ano, sim, esse ano, porque o ano está começando hoje aqui no Brasil,  jurei a mim mesma que vou tentar sair um pouco dessa síndrome midiática que parece música de bloco "de não sei o que que me arrasta" nos dias atuais... 

Vou focar mais no que é importante para mim... euzinha (claro!), minha família e minha qualidade de vida... Sempre fui preocupada com qualidade de vida... Isso é muito importante para mim... E todo mundo me olhava como se eu fosse louca lá nos idos dos anos 80, 90 quando eu dizia que queria um emprego perto de onde eu morasse... Coisa mais desejada nos dias de hoje... 

Quero continuar a ensinar quem quiser aprender comigo, com muito amor e com calma -- sem stress e sem correria... Quero continuar a trabalhar em um novo projeto, que ainda não posso te contar o que é, mas que como todo novo projeto precisa de um tempo para sair do papel, engatinhar e se concretizar, e quero também atender meus clientes,  sempre com presteza e qualidade, mas sem essa neura midiática das chamadas redes sociais!

Em 2016, somente de um a dois pedidos semanais sairão dos fornos da Cookieria, no more!  

And that is it folks! É isso aí!

Vamos que vamos, que  tenho muito trabalho pelas próximas semanas...

Obrigada pela visita e até amanhã!

Beijocas


4 comentários :

  1. Bom dia Margaret, feliz ano novo! Também me sinto exatamente assim por aqui... este seu post está show de bola e me conforta! Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina, que bom ver você por aqui! E que bom que gostou do post! Beijocas

      Excluir
  2. Oi Margaret, fazia tempo q não passava por aqui , provavelmente pelos motivos descritos no seu texto kkk.. A urgência parece ser a sra.razão para tudo. Como sempre, seus textos são leitura deliciosa e muito pertinentes. Bjs e ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Deise! Ótimo trabalho para você também! Bjcs

      Excluir

Copyright © Cookieria By Margaret. POR EMPORIUM DIGITAL | OddThemes & VineThemes